quinta-feira, 31 de maio de 2012

Feito Criança.






Deixe-me gostar de você feito criança porque descobri que é o único jeito que consigo gostar de verdade, sem confusão, sem hipocrisia. Deixe-me gostar de você da forma mais simples, sem por quês, sem perguntas, sem articulações.
Se eu ou você pensarmos muito e nos colocarmos sob o crivo da razão teremos que ver, entre as nossas qualidades, também os nossos defeitos. Teremos que ver a treva que coabita com a nossa luz. Então deixe-me gostar de você como criança. Criança gosta sem pensar.
Deixe-me gostar de você sem cobranças, sem compromissos que não sejam aqueles que nós dois estabelecemos para nós mesmos, e não aqueles que os homens inventam que devemos seguir a risca, toda vez que resolvemos gostar.
Deixe-me gostar de você da forma mais inocente que eu puder. Neste gostar permita-me descartar toda a cultura, filosofia, modismos, conceitos ou preconceitos, dogmas, todo e qualquer mandamento ou imposição que venham de fora. Quero apenas ouvir meu coração, assim como quero que você ouça o seu.
Se eu ficar com você um minuto, uma semana, um mês ou um ano, que seja pelo real prazer de ficar, pois aprendi que não é a duração, mas a qualidade que transforma um único minuto numa experiência com gosto de eternidade.
Deixe-me gostar de você sem expectativas, sem planos para o futuro, sem gaiolas que limitem o meu querer porque o futuro é tão incerto e nunca é do jeito que pensamos. Se nos gostarmos de verdade, é possível que haja muitas ações no presente, e é só isto o que verdadeiramente importa.
Acima de tudo, deixe-me gostar de você deixando-o completamente livre para ficar ou para partir. Deixe-me gostar de você sem máscaras e sem verniz. E se um dia eu dizer adeus e partir, creia, será no exato momento em que eu descobrir que já não sou mais capaz de me fazer ou de lhe fazer feliz.

                                                                                                                   Créditos: Texto: Fátima Irene Pinto 

segunda-feira, 28 de maio de 2012

É.

Nem sempre o amor tem o mesmo ritmo. Nem sempre quem amamos é quem nos faz feliz. 

terça-feira, 22 de maio de 2012

Quando você sentir que deve ir, vá!


[...]

Nem sempre as coisas acontecem na velocidade que a gente gostaria, com a pessoa que a gente gostaria, do jeito que a gente gostaria... mas, como bem já disse a Marla, "só quem tem disposição pro amor eterno é que o aceita e o vive como tal, mesmo que ele dure o tempo de um cigarro aceso. Porque é para isto que vivemos: para descobrir a eternidade que têm as coisas perecíveis: eternidade que está em nós..."


*

Em tempo: Quando você sentir que deve ir, vá! ... Se a gente pondera demais um mundo de receios e medos, não sente tanta coisa quanto acha que sente. Não há como se expor sem passar pelo custo da exposição. Mas se você foi e teve a impressão que ele não veio, se perceber que está indo sozinha ou porque ele não sente a mesma coisa, ou porque ele escolheu outro caminho, os sentimentos são seus e depois de um tempo eles encontrarão outro destino.... (Eu sei).




                                                      Da LINDA da Elenita Rodrigues >.<

segunda-feira, 21 de maio de 2012

E hoje me perguntaram o que eu estava sentindo: - " Simples...Saudades"




O que eu queria era uma medida capaz de em uma única palavra marcar o tempo de a gente se reencontrar ou de eu deixar de te esperar. Não é justo a vida oferecer o "nunca" a quem vive sempre, sempre amando, sempre esperando alguém. E até quando eles vão chegar e eu vou continuar querendo você? Quando conto de nós, sempre perguntam curiosos sobre você: "O que ele faz?". "Falta", eu respondo. Você sabe, você sabe que faz falta, é só a falta que não sabe o que faz. 
A verdade é que eu preciso saber quando vai acabar ou preciso que você fique e faça realmente não ter fim. 




Copiem. Decorem. Aprendam.





E depois de meses sem vir aqui, hoje me bateu uma saudade dessa minha meninice que me amadurece, rsrs’.
Abaixo vai uma boa explicação pra tamanha ausência... Feito pra mim, pra hoje, exatamente agora...


“As pessoas ficam procurando o amor como solução para todos os seus problemas quando, na realidade, o amor é a recompensa por você ter resolvido os seus problemas.”

COPIEM. DECOREM. APREDAM.

Não importa o que você faça, tuuudo tem conseqüência. Tuudo! Até o tempo que nos damos, tem um bom retorno, acredite, experimente!:D
Se dê de presente uma boa dose de tempo, e receba tranqüilidade.